CHAKRAS

 

 

Todo ser humano, possui centros vitais, conhecidos com o nome de CHAKRAS (que significam rodas girantes, em sânscrito). Eles são consubstanciados no indivíduo, para proverem os elementos vitais ao bom funcionamento e consequente equilíbrio de seus corpos, mental, astral e físico, quer esteja nesta última condição, quer fora dela, isto é, sem o corpo físico.

Os Chakras, que são 7 (os principais), são pontos etéreos sobre os quais incidem os 7 Fluídos Cósmicos Básicos, ou sete imagens elétricas, para então se transplantarem aos Plexos e Gânglios materiais em número de 49, todas as emanações necessárias à vitalidade, ao fim e ao uso da carcaça humana.

 

Os Chakras são os seguintes na ordem decrescente:

 

 

 

7o CHAKRA - COROA (CORONÁRIO): Nome Sânscrito ―> SASHARARA.

 

Este ponto situado no alto da cabeça, atua no cérebro e cerebelo. Sua energia é a Essência Divina e corresponde ao que chamamos de 3o Olho. Seu atributo é a Fortaleza.

Segundo o grau de vitalidade, pode gerar a Paciência ou a Ira. Recebe com maior intensidade a força vital do Sol, tem a forma de uma flor de 48 pétalas. Sua vibração de cor atuante é o branco, mas, pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outra vibrações atuam, gerando a cor dourada.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de OXALÁ, sendo o dia de melhor absorção de influências o domingo. O médium distingue esta influência por forte turbulência na nuca, tonteiras, etc...

 

6o CHAKRA - TERCEIRO OLHO (frontal): Nome Sânscrito ―> AJNÃ.

 

Este ponto situado entre os olhos, atua diretamente sobre a fronte, os sinos e os olhos. Sua energia é o Poder Oculto da Palavra. Seu atributo é o Respeito.

Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a Firmeza ou a Leviandade. Recebe com maior intensidade a força vital da Lua, nas suas quatro fases, tem a forma de uma flor de 48 pétalas. Sua vibração de cor atuante é em origem o Amarelo, mas, pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam gerando raias Azuis.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de YEMANJÁ, sendo o dia de melhor absorção de influências a segunda-feira. O médium distingue esta influência por forte turbulência na fronte, que ocasionam, às vezes, dores de cabeça.

 

5o CHAKRA - GARGANTA (CERVICAL): Nome Sânscrito ―> VISUDDHA.

 

Este ponto situado à altura da garganta física, atua diretamente na região do pescoço e toma assento ou fixação na faringe, laringe, glândula tireóide, etc. Sua energia é o Poder Supremo. Seu atributo é o Entendimento.

Segundo o grau de sua vitalidade, pode gerar a Esperança ou o Receio. Recebe com maior intensidade a força vital de Mercúrio, tem a forma de uma flor de 16 pétalas. Sua vibração de cor atuante é o Vermelho, mas, pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam, gerando a cor Azul violeta.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de IBEJI, sendo o melhor dia de absorção de influências a quarta-feira. O médium distingue esta influência, pela sensação de estar carregando alguém sobre os ombros.

 

4o CHAKRA - CORAÇÃO (CARDÍACO): Nome Sânscrito ―> ANÃHATA.

 

Este ponto situado à altura do coração físico, atua diretamente sobre o coração, sangue, aparelho circulatório, etc. Sua energia é o Poder do Conhecimento. Seu atributo é a Sabedoria.

Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a Humildade ou a Soberba. Recebe com maior intensidade a força vital de Júpiter, tem a forma de uma flor de 12 pétalas. Sua vibração na cor atuante é o Verde, mas pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam, gerando raias Amarelas com cambiantes Azuis.

Na Umbanda, este ponto corresponde à vibração de XANGÔ, sendo o melhor dia de absorção de influências a quinta-feira. O médium distingue esta influência pelo ritmo acelerado, que é imprimido ao coração.

 

3o CHAKRA - UMBIGO (PLEXO-SOLAR): Nome Sânscrito ―> SVÃSBISTHANA.

 

Este ponto situado à altura do umbigo físico, atua diretamente sobre as vísceras abdominais, tais como, fígado, pâncreas, órgãos do aparelho digestivo, etc.

Sua energia é o Poder do Pensamento Criador. Seu atributo é a Justiça. Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a Generosidade ou o Egoísmo. Recebe com maior intensidade a força vital de Marte e tem a forma de uma flor de 10 pétalas. Sua vibração de cor atuante é o Alaranjado, mas pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam, gerando raias Amarelas-avermelhadas com cambiantes Verdes.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de OGUM, sendo o melhor dia de absorção de influências a terça-feira. O médium distingue esta influência por distúrbios estomacais e intestinais, com azia e desinteria, em casos mais agudos.

 

2o CHAKRA - SACRAL (ESPLÊNICO): Nome Sânscrito ―> MANIPURA.

 

Este ponto situado à altura do baço físico, atua diretamente sobre o baço, pâncreas e glândulas supra-renais. Sua energia é o Poder da Vontade. Seu atributo é o Conselho.

Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a Prudência ou a Imprudência. Recebe com maior intensidade a força vital de Vênus, tem a forma de uma flor de 6 pétalas. Sua vibração na cor atuante é o Azul, mas pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam, gerando tendências para o Vermelho violeta.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de OXOSSI, sendo o melhor dia de absorção de influências a sexta-feira. O médium distingue esta influência pela aparente falta de ar, é como se tivesse um torpor em todo o lado esquerdo, em conseqüência da expansão dos gases naturais internos.

 

1o CHAKRA - RAÍZ (BASE): Nome Sânscrito ―> MULADHARA.

 

Este ponto situado na base da espinhal dorsal física, atua diretamente sobre os órgãos pélvicos, próstata, bexiga, glândulas seminais, ovários, etc.  Sua energia é a KUNDALINI (vide abaixo nota no 1) ou Fogo Serpentino Regenerador. Seu atributo é a Pureza.

Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a Castidade ou a Imoralidade. Recebe com maior intensidade a força vital de Saturno, tem a forma de uma flor de 4 pétalas. Sua vibração de cor atuante é o Violeta, mas pelas circunstâncias do estado harmônico do ser, outras vibrações atuam, gerando raias Vermelhas com cambiantes Azuis.

Na Umbanda este ponto corresponde à vibração de YORIMÁ, vibração das ALMAS (Almas, Pretos-Velhos e Guardiões = Exus), sendo o melhor dia de absorção de influências o sábado.

O médium distingue esta influência pela aparente prisão ou dificuldade de movimento dos membros inferiores, assim como também o ativamento dos reflexos biológicos controlados pelos órgãos abrangidos por este Chakra.

Isto exposto, salientamos que a chave principal na mecânica da incorporação, precisa estar em harmonia fluídica com a vibração original do médium. Baseia-se a dita chave principal na influência do planeta, cor e dia correspondente da vibração e o chakra. Assim sendo, fica esclarecido que o chamado desenvolvimento mediúnico, deveria sempre obedecer única e exclusivamente à vibração original, que situa o planeta regente no nascimento do médium. As fixações (vide abaixo nota no 2) para as diferentes finalidades, como sejam, puxadas de outras linhas, obedecem à vibração e ao planeta em que estejam situadas, por afinidade, as Entidades Protetoras do médium, através das quais são dirigidas estas fixações.

 

Nota especial: Os Chakras (Rodas Girantes) em forma de flor, são apenas vistas pelas Entidades corretamente incorporadas e/ou pelos médiuns videntes, quando permitido.

 

Nota no 1 - KUNDALINI - É uma energia feminina sutil que reside no osso sacro, na base da coluna vertebral em três espirais e meia. Da mesma forma que um fio elétrico conecta uma lâmpada à corrente elétrica da casa, a Kundalini despertada conecta a consciência humana ao Paramachaitanya, o Poder Omni presente do Amor Divino (Que está ao mesmo tempo em toda a parte).

A Kundalini pode ser considerada como uma corda com milhares de fios.

Quando nós primeiramente recebemos a Realização do Si, somente um ou dois fios encontram seu caminho através dos chakras e alcançam o Sahasrara Chakra (Coronário) no topo da cabeça. Entretanto, com a meditação diária, gradualmente mais fios da Kundalini nos conectam ao Poder Divino e a experiência da meditação torna-se mais profunda e agradável.

A Kundalini reside em um estado adormecido no osso sacro, na base da coluna vertebral e quando despertada, Ela se manifesta como um vento/sopro. Isso pode ser especialmente sentido como uma brisa fresca nas mãos e acima da cabeça, embora nenhum aspecto material como deslocamento de ar seja observado. Sopro da Vida.

Quer seja chamada de “Chi” pelos Chineses, “Ki” pelos japoneses, “Prana” pelos yogis Indianos, “Ruach” pelos profetas Hebreus, “Ruh” pelos santos Sufis, “Pneuma” pelos Gregos ou “Spiritus”, a palavra em latim da qual deriva a palavra em inglês “Espírito”, Ela tem o mesmo significado em todas essas línguas e nessas diversas culturas: Sopro da Vida.

 

NOTA No 2: - FIXAÇÕES - Assim se define na maioria das escolas (90%), melhor penetração das diversas influências espirituais. São consideradas como fixações, os Amacís (lavagem de cabeça), o Batismo e os banhos determinados (sempre do pescoço para baixo), que fazem parte da Ritualística da Umbanda.

 

CENTROS (CHAKRAS) DE IRRADIAÇÃO

E RESPECTIVAS LINHAS NA LEI DE UMBANDA

 

Chakras

Cores no corpo

Vibrações de cor pura

Pétalas etéreas

Planeta regente

Coronário
OXALÁ

Branco ou
Dourado

Branco

48

Sol

Frontal
SENHORAS

Amarelo
c/raias azuis

Amarelo

48

Lua

Cervical
IBEJI

Azul
Violeta

Vermelho ou Rosa

16

Mercúrio

Cardíaco
XANGÔ

Amarelo
c/raias azuis

Verde

12

Júpiter

Plexo-Solar
OGUN

Amarelo
Vermelho

Laranja

10

Marte

Esplênico
OXÓSSI

Vermelho
Violeta vivo

Azul

6

Vênus

Raíz
ALMAS

Vermelho
com tons Azuis

Violeta

4

Saturno

 

 

Chakras

Atributos

Alternativas

Ativação corresp.

Dia

Coronário
OXALÁ

Fortaleza

Paciência ou ira

Cérebro

Domingo

Frontal
YEMANJÁ

Respeito

Firmeza ou leviandade

Fronte sinus

Segunda-Feira

Cervical
IBEJI

Entendimento

Esperança ou receio

Faringe e Laringe

Quarta-Feira

Cardíaco
XANGÔ

Sabedoria

Humildade  ou soberba

Coração
Ap. Circulatório

Quinta-Feira

Plexo-Solar
OGUN

Justiça

Generosidade ou egoísmo

Fígado
Ap. Digestivo

Terça-Feira

Esplênico
OXÓSSI

Conselho

Prudência ou relaxamento

Baço
Supra-renal

Sexta-Feira

Raíz
PRETOS VELHOS

Pureza

Castidade ou imoralidade

Pélvicos
Ap. Genital

Sábado

 

 

Página principal