A INFLUÊNCIA DAS FASES DA LUA

 

 

Lua Crescente, boas operações; Lua Minguante, más operações.

 

Em Astrologia, as influências da Lua Crescente  são consideradas boas e as da Minguante, más.

Porém, em muitos casos, podemos nos utilizar da influência da Minguante da Lua para o bem.

Quando se desejar que uma coisa, negócios, amores ou qualquer outro assunto social cresça e progrida, procure sempre iniciá-los ou começá-los na Lua Crescente.

Quando se deseja que qualquer negócio, ato, ação etc... fique em segredo, deve-se fazê-lo desde 8 horas antes até 8 horas depois da Lua Nova.

Se desejar que um trabalho ou ato seja muito falado, comentado e conhecido, empreendê-lo desde 8 horas antes até 8 horas depois da Lua Cheia.

 

Nota:

Nos 12 signos zodiacais a influência da Crescente e da Minguante é de grande importância, pois a Crescente aumenta a influência do Planeta Governante do signo e a Minguante diminui a influência do dito planeta.

 

Exemplo:

A Lua Crescente, no signo de Áries, aumenta a influência de Marte, governante deste signo, e se está Minguante, diminui a influência do governante.

A Lua Crescente, no signo de Touro, aumenta a influência de Vênus, e se está Minguante, diminui a influência do dito planeta, governante deste signo.

Vejamos as Luas e suas posições no céu em relação com a Terra e o Sol, lembrando-nos que, através de sua luz polarizada, a Lua fixa todas as correntes mentais, sejam boas ou negativas.

Eis o motivo por que muitos magos negros escolhem as Luas certas e sempre operam a noite. O Sol, devido aos seus raios, neutraliza qualquer corrente, seu efeito é vitalizante, através da neutralização de negativos.

 

CICLO DA VIDA

 

Ao explicarmos as fases da Lua e suas respectivas atividades magísticas, faze-se necessário que entendamos também o Ciclo da Vida, a Respiração Cósmica.

A Corrente Astral de AUMBHANDAN, entretanto, pratica uma Magia Natural que, muito embora se vincule também a ensinamentos naturalista muito antigos, não prescinde das diretrizes da evolução do atual pensamento, ou seja, pesquisa as suas origens, classificando-as, analisando-as, ordenando-as, e após, colocando-as em "prática controlada" para verificar qual o grau de realidade do poder mágico que nelas reside.

A Magia Naturalista da Corrente Astral de AUMBHANDAN entretanto, não é produto de Humanismo Lógico, com rigor de se tornar evidente, que deixaria de fora das suas fronteiras a maior parte da humanidade.

Na Magia Naturalista tudo é imagem, som, cor, ritmo, movimento, simbologia, etc. O mundo que viu nascer a Magia Naturalista foi o mundo das concepções animistas, onde cada ser, seja animal ou humano, rocha ou estrela, semente ou árvore, possui uma "alma".

Os homens denominados "MAHHU" em assírio, "MAG" em hebráico e "MAGO" em português, eram homens de vida austera, ou seja, tinham cuidado demasiado e seus costumes eram puros com filosofia básica e simples: "O que está em cima é igual o que está embaixo".

Portanto o mais Ínfimo "Ser" merece respeito por que tem correspondência com o altíssimo "Ser", e sendo assim, todo "Ser" se torna UNO com o Universo.

Deste modo, a Magia Naturalista é UNA: nem BRANCA, nem NEGRA. Os homens é que são BONS e MAUS, pois o Bem e o Mau residem apenas na consciência de cada um. É aqui que reside o valor moral e espiritual da Magia Naturalista: o homem deve praticar o BEM por livre arbítrio.

Afirmamos que a Magia Naturalista, que faz parte da Corrente Astral de AUMBHANDAN, é muito mais que uma religião: é o próprio religamento do homem com as Forças Sutis da Natureza.

 

Mas que Forças Sutis são estas ?

 

Sabemos que DEUS é o Ser UNO - eterno, e da emanação de sua vontade que nasce a Energia Espiritual Criadora que permeia todo o universo. Esta energia espiritual criadora, que é uma consequência de DEUS e não ELE próprio, não é UNA e sim Dualista; é uma energia Espiritual e Mental.

Sendo assim, é a união dos pólos opostos dessa dualidade que gera a Energia Universal Polarizada. Sendo DEUS o único Ser eterno, a energia universal polarizada, consequência de sua vontade, está eternamente presente no universo, sendo absorvida e refletida por seus Mediadores Divinos: os ORIXÁS.

É dessa Energia Polarizada (Espiritual e Mental), que nasce a Energia Etérea ou Astral, estado diferenciado da matéria. É o Núcleo Central e irradiador das Energias Modificadas Sequenciais.

Pois bem - sendo desta forma, a Energia Etérea, embora indiferenciada e sutil, é gerada e portanto não espiritual, sendo base das agregações que existem no Mundo Astral, e a fonte de energia que recorre, em última análise, a Magia Naturalista para influenciar o curso da natureza.

A primeira modificação da Energia Etérea, flui do Núcleo Central pelo cardeal LESTE, concretizando assim a Força Sutil Eólica da matéria "Ar".

A segunda modificação, evolui da Força Sutil Eólica (Ar), por aumento da frequência para gerar a Força Sutil Ígnea da matéria "Fogo". Mas a Força Sutil Ígnea tende a reverter, por sublimação ao estado neutro e recai novamente ao Núcleo Central (Energia Etérea) pelo ponto cardeal SUL.

A terceira modificação surge agora do Núcleo Central (Energia Etérea), pelo ponto cardeal OESTE, gerando a Força Sutil Hídrica da matéria "Água".

A quarta  e última modificação, evolui da Força Sutil Hídrica (Água), por diminuição da frequência, para gerar a Força Sutil Telúrica da matéria "Terra" que tende a reverter-se por desagregação ao estado neutro, recaindo novamente no Núcleo Central (Energia Etérea) pelo ponto cardeal NORTE.

Assim recomeça um novo ciclo de transformações que renova a manifestação da criação. É este movimento renovatório, que denominamos "CICLO DA VIDA".

Esta corrente primordial do CICLO DA VIDA é a mesma corrente que, no homem, toma a forma dos movimentos de inspiração e expiração  (sístole e diástole).

 

Observe  este ciclo na ilustração abaixo:

ENERGIA ETÉREA (Astral): Propriedade de Irradiação;

FORÇA SUTIL EÓLICA (Ar): Propriedade de Locomoção;

FORÇA SUTIL ÍGNEA (Fogo): Propriedade de Expansão;

FORÇA SUTIL HÍDRICA (Água): Propriedade de Contração;

FORÇA SUTIL TELÚRICA (Terra): Propriedade de Coesão.

 

OBS: Portanto, as Forças Sutis da Natureza não são os próprios elementos da natureza, e sim as Vibrações Diferenciadas de Energia Etérea que lhes dão origem por Locomoção, Expansão, Contração e Coesão.

 

A influência da Lua nos atos sociais

 

Quando se desejar mudar o modo de viver, deve aproveitar o tempo em que a Lua está em Áries, Libra ou Capricórnio.

Quando se deseja começar uma coisa que deva durar muito tempo, ela deve ser iniciada quando a Lua está em Touro, Leão, Escorpião ou Aquário.

Para os amores: quando a Lua está em Touro ou Libra.

Para pedir favores: quando a Lua está em Sagitário ou Peixes.

Querendo acabar logo uma tarefa, deve-se começá-la quando a Lua está em Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio.

As notícias e as narrações feitas no dia em que a Lua entra em Escorpião ou Capricórnio, são de ordinário falsas e imaginosas.

Começa-se as viagens importantes, quando a Lua está em Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio.

Para firmar contratos: quando a Lua está em Áries ou Sagitário.

Quando a Lua está em Sagitário, é bom tempo para o comércio e para as consultas de advogado.

Convém iniciar estudos, quando a Lua está em Gêmeos.

Para iniciar negócios importantes: quando a Lua está no signo de Sagitário.

Para tratar com políticos, policiais e soldados convém que a Lua esteja em Áries.

Para empresas pequenas: a Lua deve estar em Áries, no Câncer ou Libra.

Quando a Lua está em Libra é bom tempo para consultar as fraternidades religiosas.

Para vender ou comprar, a Lua deve estar em Libra.

 

A influência da Lua na Saúde

 

Para curar-se das doenças da cabeça, o tratamento deve ser feito no momento em que a Lua se levanta em Áries.

Para as doenças da garganta, deve-se fazer o tratamento ou tomar o remédio quando a Lua se levanta em Touro.

Quando a Lua está em Gêmeos e no Ascendente, é o momento oportuno para se tratar dos braços e das mãos.

O peito e o estômago deverão ser tratados, para que se obtenha êxito, quando a Lua estiver em Câncer e no Ascendente.

A Lua estando em Leão e no Ascendente, favorece o tratamento das doenças dos intestinos.

Os rins devem ser tratados quando a Lua está em Libra e no Ascendente.

A Lua estando em Sagitário e no Ascendente, favorece o tratamento das moléstias das coxas.

Para tratamento das doenças dos joelhos, a Lua deve estar em Capricórnio.

As doenças dos tornozelos, a Lua deve estar em Aquário.

Quando a Lua se levanta em Peixes, o tratamento das doenças dos pés é mais bem sucedido.

Os purgantes e os depurativos aproveitam melhor quando a Lua está em Peixes.

Não se deve fazer cirurgia numa parte do corpo quando a Lua ocupa o signo que a governa.

As doenças dos olhos tratam-se melhor quando a Lua está em Câncer ou Leão.

 

Luas

 

As 4 fases da Lua se adaptam aos elementares com afinidades Eólica (Ar), Ígnea (Fogo), Hídrica (Água), e Telúrica (Terra).

 

Lua Nova: renova, revitaliza, reforma, limpa, purifica e fixa (atração).

Lua Crescente: desenvolve, multiplica, cresce, expande e evolui (imantação).

A quinzena das Luas Nova e Crescente é denominada positiva ou quinzena branca.

 

Lua Cheia: descarrega, afasta, puxa e leva (desagregação).

Lua Minguante: atrasa, bloqueia, impede e desfaz (neutralização).

A quinzena das Luas Cheia e Minguante é denominada negativa ou quinzena negra.

 

Na dependência dos "Trabalhos Magísticos" a serem realizados, se houver tempo preciso, pode-se escolher a Lua devida, caso contrário faz-se na Lua que se puder, porém, no horário mais afim.

No encerramento de mais um tópico, haveremos de firmar que a posição das flechas ou do vértice dos triângulos são nos devidos Cardeais.

Para enviar, descarregar e fazer fluir correntes, aponta-se para os Cardeais Norte ou Sul.

Para receber, fixar e dinamizar correntes, volte-os para os Cardeais Leste ou Oeste.

 

 

Página principal